(48) 3461-0900
oi@juntosdecoracao.com.br

Famílias ainda necessitam de auxílio para alimentação

Famílias ainda necessitam de auxílio para alimentação

Segundo a Secretaria de Assistência Social de Criciúma, no geral o município tem mais de 5 mil famílias cadastradas nos CRAS e a demanda aumentou consideravelmente com a pandemia

O Movimento Juntos de Coração já doou 1.695 cartões vale-alimentação, no valor individual de R$ 60, a pessoas impactadas financeiramente pela pandemia de coronavírus. Além disso, foram doadas aproximadamente 200 cestas básicas e 80 quilos de alimentos. Ao todo, 40 entidades sociais de Criciúma e região foram beneficiadas com as doações.

Mesmo com esse número de contemplados e outras ações de auxílio, bem como o retorno das atividades econômicas, muitas famílias continuam sem uma fonte de renda e ainda precisam de ajuda para manter as necessidades básicas de alimentação.

“A campanha fortaleceu e nos deu condições de continuar atendendo. Mas, ainda não é o suficiente. Temos uma demanda represada – até a semana passada, eram 500 famílias no aguardo. Os alimentos que foram doados, já passou o tempo, foram consumidos e as famílias ainda precisam. Mantivemos uma reserva técnica e, neste momento, estamos atendendo os casos emergenciais que nos chegam”, diz o presidente da Cruz Vermelha de Criciúma, Almir Fernandes de Souza.

Parceira do movimento, a instituição ficou com a incumbência de distribuir as doações aos necessitados, justamente pela credibilidade conquistada pelo histórico de ajuda humanitária. Desde o início da crise, a Cruz Vermelha e a equipe Multi-Institucional se envolveram em campanhas realizadas com o propósito de alcançar a população mais vulnerável, oferecendo apoio logístico às ações.

Duas mil cestas entregues aos CRAS

“Já tínhamos feito em parceria com o município a distribuição de cestas básicas às famílias beneficiadas com o Bolsa Família, numa espécie de mutirão. Nesse primeiro momento, mais de 2 mil cestas básicas foram entregues nos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social). Posteriormente, houve uma demanda que começou a aparecer, de desempregados, de pessoas que se cadastraram através de um número disponibilizado pela secretaria de Assistência Social do município”, explica o presidente da Cruz Vermelha.

Com essa lista em mãos, os voluntários se dividiam em grupos, para realizar as entregas. “Posteriormente, entrou o Movimento Juntos de Coração, que fortaleceu esse apoio, subsidiando cestas básicas, principalmente com o cartão vale-alimentação. Com base nessa lista, fazíamos a entrega, em torno de 1,5 mil, 2 mil cestas básicas”, detalha.

Aumento na demanda

Segundo a secretária de Assistência Social de Criciúma, Patrícia Vedana Marques, no geral o município tem mais de 5 mil famílias cadastradas nos CRAS. “Em abril, fizemos mais de 9 mil atendimentos. Em função da pandemia, aumentou muito essa demanda”, relata.

De acordo com ela, uma parcela significativa foi em busca de alimentos. “A primeira procura foi para ajuda no preenchimento do cadastro do aplicativo para acesso ao benefício de R$ 600 (auxílio emergencial) e a nossa segunda maior demanda foi de auxílio alimentação”, informa a secretária, salientando que o município realizou a entrega de 3 mil cestas básicas a famílias cadastradas.

Novas formas de doar

“Com famílias ainda passando por dificuldades, precisamos manter forte o Movimento Juntos de Coração e só conseguiremos isso com o engajamento da comunidade. Desta forma, reiteramos o pedido para que todos participem, conforme suas condições”, incentiva César Smielevski, presidente do Conselho Superior da Acic e coordenador do comitê executivo das entidades promotoras da campanha.

Ele ressalta as novas formas de doar, que oferecem mais comodidade. Agora, é possível fazer doações pelo PagSeguro (https://pag.ae/7W4DA952R) e também foi criada uma vaquinha on-line (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/campanha-juntos-de-coracao-juntos-de-coracao).

Contas bancárias

Pessoas físicas e jurídicas ainda podem contribuir com doações em dinheiro nas contas bancárias abertas exclusivamente para esse fim. Os dados são: Banco 748 (Sicredi), Agência 2604, conta corrente 67432-0. Favorecido: Associação Empresarial de Criciúma – Acic – CNPJ: 83.663.203/0001-95 ou Banco 136 (Unicred), Agência 1401, conta corrente 107130-0. Favorecido – Associação Empresarial de Criciúma – Acic – CNPJ 83.663.203/0001-95.

Sobre o Movimento

O Movimento “Juntos de Coração” envolve a Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Criciúma, Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) Regional Sul e Fórum das Entidades de Criciúma (Forcri). A Somarsul (Lojas Maçônicas), Lions e Rotary Clubes de Criciúma, entidades integrantes do Forcri, bem como a Cruz Vermelha, Associação Empresarial de Içara (ACII), a Unicred Sul Catarinense e a Sicredi Sul SC, também estão unidas nesta iniciativa.

Mais informações podem ser obtidas através do e-mail: oi@juntosdecoracao.com.br ou no site da campanha: https://juntosdecoracao.com.br/

Texto: Andréia Limas
Deize Felisberto
Assessoria de Imprensa da Acic

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *